LARA

De Tarcílio de Souza Barros

Divulgação

Lara é um filme surpreendente, tendo sido aplaudido ao final da projeção no Espaço Itaú de Cinema.

A história de Lara se passa num dia. Começa com a personagem despertando pela manhã, abrindo a janela do apartamento para se jogar no espaço. A decisão do suicídio é interrompida pela campainha da porta.

Neste dia, Lara aniversaria completando 60 anos. Seu filho, Viktor, se apresentará num grande recital solo de piano. Ela não é convidada para o evento, entretanto, compra 60 ingressos e os distribui de acordo com sua vontade.

Descreve uma personagem egoísta, amargurada, sem compartilhar vivências com seu filho, sua mãe e amigos. Rígida, fria, metódica, ausente de amorosidade. Jan Ole Gerster dá um ‘glimpse’ (vislumbre) da rigidez do povo alemão por intermédio de sua personagem.

Admirável fotografia orna o filme rodado na moderna Berlim, conciso score musical, elenco bem dirigido. Em seu último fotograma, mostra um close do rosto de Lara e o espectador tira conclusão de um ser vivo, com alma morta.

Corinna Harfouch ganhou, interpretando Lara, o Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Karlovy Vari.

Serviço:

  • Filme: Lara
  • Dir./rot. Jan Ole Gerster
  • Alemanha – 2019 – Cor – 98 min. – Ficção
  • Avaliação: Excelente

dgtvmidia