UÍSQUE E VERGONHA

De Tarcílio de Souza Barros

A escritora e roteirista Juliana Frank lançou o livro Uísque e Vergonha na FLIP em 2016 obtendo amplo sucesso de crítica e público.
Conta a história de Chalotiê na cidade de São Paulo. Uma adolescente rebelde, irreverente na escola, nas ruas e em casa. Sua relação com os pais, seu psicanalista e seus namorados, conduzem essa brilhante narrativa para uma peça de teatro através da roteirista Michelle Ferreira.
Assistindo a encenação deixa transparecer fascinante imaginação, bem humorada, faz rir das inconsequências.


Com um elenco de categoria constando de cinco atores que conseguem interpretar 22 personagens em 37 cenas esta se mostra agradável e atualizada.
Através da segura direção de Nelson Baskerville, a marcação, posicionamento dos atores em cena consegue realizar uma excelente performance teatral.

O diretor construiu em cada personagem um estilo de interpretação para exposição do texto com rara habilidade. Ademais o elenco em uniforme trabalho executa seus papéis com entusiasmo e dinamismo.
Uma encantadora coreografia visual com a movimentação pessoal de cada ator. Não citamos nomes de expoentes, pois a equipe é homogênea. 
Evidente que toda construção no palco tem objetivo de ressaltar o texto através de segura interpretação.


A construção visual de Uísque e Vergonha exibe um mundo defeituoso que insistimos em ignorar, o cinismo, a injustiça que nos envolvem e das quais somos cúmplices conforme vemos na fala de cada um dos 25 personagens da peça.
A peça analisa a identidade da menina exibindo suas dores, suas pirações indefiníveis. Uma visão de uma jovem num mundo turbulento tentando decifra-lo.


Cenografia e figurinos surreais de autoria de Cássio Brasil, luz incidental de Wagner Freire e trilha sonora de Daniel Maia com colaboração da direção e do elenco sustentam a encenação.
Uma produção Morente Forte de autoria de Selma Morente, Célia Forte e Alessandra Negrini.

Serviço:
Uísque e Vergonha
Texto de Juliana Frank
Adaptação de Michelle Ferreira
Direção: Nelson Baskerville
Onde: Teatro Novo (497 lugares)
Rua Domingos de Moraes, 348 – Vila Mariana
Horário: Sexta e Sábado às 21 horas/Dom. ás 19h
Quanto: Sexta R$50 / Sáb. e Dom. R$60
Duração: 80 minutos – Classificação indicativa: 18 anos – Drama
Avaliação: Excelente
Até: 17 de julho

dgtvmidia