Pinacoteca de São Paulo une artes visuais e música em projeto colaborativo

O #pinadecasa acústico está disponível nas plataformas do museu e conta com a colaboração de artistas, curadoras, curadores, jornalistas, dirigentes de instituições culturais e diversos apreciadores e envolvidos com arte.

A Pinacoteca, Museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, inova e lança mais uma iniciativa online, o #pinadecasa acústico, um diálogo entre artes visuais e música. Para isso, cerca de 45 pessoas, entre artistas, curadoras, curadores, dirigentes de instituições culturais, jornalistas, funcionários do Museu, foram convidadas a escolher uma obra favorita de arte brasileira e montar uma playlist inspirada nela, que está disponível no Spotify da Pina.

As obras são postadas diariamente no instagram do Museu (@pinacotecasp) juntamente com o link para a lista das músicas. Desde 16 de março de 2020, quando a Pinacoteca de São Paulo suspendeu temporariamente suas atividades presenciais, um novo projeto online de engajamento nas redes sociais foi lançado, o #pinadecasa. A partir disso, as ações foram intensificadas nas plataformas digitais (site, facebook, twiitter, instagram, youtube e linkedin) apresentando conteúdos acessíveis sobre o acervo artístico do museu, lives com profissionais internos e convidados, tours virtuais, exposição virtual e conteúdo educativo.

A obra de Vânia Mignone (1967) está entre as exibições disponíveis nas redes do museu.

Conectados

A Pinacoteca continua ativa em seus canais digitais com o #pinadecasa acústico, o tour virtual no site, distância: uma seleção de vídeos e filmes do acervo do Museu e conteúdos educativos.

As lives, que ocorreram todos os sábados no Instagram da Pina (@pinacotecasp), continuarão disponíveis no IGTV e no Youtube da instituição. E voltarão oportunamente para divulgar novas exposições e ações.

Outro êxito são as visitas virtuais. A Pinacoteca de São Paulo possui dois tours virtuais, o Tour Virtual 3D, criado pela Startup iTeleport Vivências Virtuais, que está disponível no site do museu (www.pinacoteca.org.br). Os acessos a esta plataforma este ano já superam 86 mil. Este número é três vezes maior que a totalidade dos últimos dois anos (2019 e 2018), onde foram cerca de 24 mil visitas, uma média de 1000 por mês. Ainda pelo Google Arts and Culture (http://bit.ly/3aG3jFA), é possível visitar a coleção.

Neste período, a instituição fez algo inédito e inaugurou, em maio, distância: uma seleção de vídeos e filmes do acervo da Pinacoteca, a primeira exposição de vídeos e filmes pensada especialmente para os meios digitais. A ação reúne cinco trabalhos do acervo que poderão ser vistos até o dia 3 de agosto no site www.pinacoteca.org.br. A página já registra mais de 5 mil visualizações.

Para sentir um “gostinho” do projeto, confira uma das playlists da Pina no Spotify:

dgtvmidia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *