Biblioteca do Centro Cultural São Paulo oferece seleção gratuita de cordéis

No mês de agosto é comemorado o dia da/do poeta da Literatura de Cordel, esse gênero literário essencialmente brasileiro que mistura poesia e prosa, música e declamação. Pensando nisso, a equipe das Bibliotecas do CCSP reuniu alguns cordéis que podem ser lidos gratuitamente.

O cordel é um gênero literário original e essencialmente brasileiro. Traz em si temáticas, formas e assuntos que, com uma profunda simplicidade, contam histórias e tecem reflexões em versos que se aproximam da cultura falada. Misturando literatura escrita e práticas da tradição oral (como a declamação, a cantoria, o repente e a embolada), o cordel se consolidou como prática de imensa popularidade e força.

A prática surge no final do século 19, quando a exposição dos textos em cordões deram origem à expressão que o batizou: “cordel”. A inovação da literatura se estendeu às artes plásticas: cordelistas usam a xilogravura para estampar seus folhetos de forma autêntica e prática, popularizando também essa técnica de ilustração. 

Viva e se reinventando até hoje, a prática da Literatura de Cordel reúne em si contribuições das culturas africana, indígena, europeia e árabe, sendo também uma representação literária da nossa diversidade cultural.

Veja a seleção de conteúdos que o CCSP indica em comemoração a data:

>> A Academia Brasileira de Cordel reúne acervo de entrevistas, cordéis digitalizados, vídeos, loja e cursos/atividades.

>> Patas Vazias, de Jarid Arraes (cordel inédito livremente inspirado pelo pensamento de Sartre).

>> O livro Chegada de Lampião no Céu foi convertido em formato digital por uma equipe de voluntários.

>> Caititu, um E-book de literatura de cordel infantil.

>> Faustino, um Fausto Nordestino é uma comédia que ressalta o famoso “jeitinho” brasileiro.

>> O Romance do Pavão Misterioso, de João Melquíades Ferreira da Silva, é um cordel publicado em 1923 que conta a história do romance entre o jovem Evangelista e a condessa Creusa.

dgtvmidia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *