Mostra online Eryk Rocha estreia hoje e reúne cinco filmes do cineasta

Mostra On-Line Eryk Rocha reúne cinco filmes produzidos pelo cineasta, que estarão disponíveis de 14 a 28 de agosto, gratuitamente, no site do Itaú Cultural.

Eryk se formou em 2002 na escola de cinema de Los Baños, em Cuba, onde dirigiu seu primeiro longa, Rocha que Voa. Seus trabalhos foram prestigiados em grandes festivais nacionais e internacionais. Cinema Novo (2016), por exemplo, recebeu o L’Œil d’or de Melhor Documentário no Festival de Cannes.

Na abertura da mostra, Eryk Rocha conversa com o diretor e roteirista Adirley Queirós sobre os filmes que compõem a mostra e sobre cinema em geral. O bate-papo será disponibilizado aqui a partir das 10h do dia 14.

Mostra On-Line Eryk Rocha
sexta 14 a sexta 28 de agosto de 2020
[após esse período, os links serão desativados]

Confira abaixo as produções exibidas:

Cinema Novo
(Eryk Rocha, 2016, 90 minutos)

Cinema Novo é um ensaio poético que investiga um dos principais movimentos cinematográficos latino-americanos, através do pensamento e de fragmentos de filmes dos seus principais autores. A obra mergulha na aventura da criação de uma geração de cineastas que inventaram, no início da década de 1960, uma nova forma de fazer cinema no Brasil – a partir de uma atitude política que juntava arte e revolução e tinha como desejo um cinema que tomasse as ruas e fosse ao encontro do povo brasileiro.

[classificação indicativa: 12 anos]

Transeunte
(Eryk Rocha, 2010, 125 minutos)

Expedito é um senhor aposentado que perdeu os laços com a vida. Entre outros anônimos, ele caminha diariamente pelo centro da cidade do Rio de Janeiro. Há anos, Expedito abandonou o papel de protagonista de sua história: tornou-se um figurante que testemunha os conflitos alheios através das conversas que escuta pela rua. Porém, passo a passo, começa a aceitar pequenos convites cotidianos para recomeçar sua vida.

[classificação indicativa:14 anos]

Campo de Jogo
(Eryk Rocha, 2015, 72 minutos) 

No Rio de Janeiro, perto do mítico estádio Maracanã, palco da grande final da Copa do Mundo de 2014, encontramos o campo popular do bairro Sampaio. Lá acontece o futebol como expressão genuína da cultura brasileira. Disputado aos domingos, o campeonato anual de favelas reúne 14 times. Cada um representa as cores e os rituais de sua comunidade. Geração x Juventude disputam a final.

[classificação indicativa:  12 anos]

La Rueda
(Eryk Rocha, 2012, 10 minutos)

La Rueda mostra a noite cotidiana de Pucallpa, cidade situada na Amazônia peruana. Cores, ruídos e luzes se projetam. Famílias transportam os filhos para o parque de diversão. Medos, fantasias, alegrias e vertigem se entrelaçam. Um novo mundo de sensações emerge. O filme dialoga com as memórias e pulsões mais longínquas da infância e nas tramas de afetos entre mães e filhos.

[livre para todos os públicos]

Igor
(Eryk Rocha, 2013, 15 minutos)

Igor é um adolescente com muito potencial e energia, no entanto sem motivação para permanecer na escola. Seu caso reflete a situação em que vivem muitos alunos em risco de evasão escolar. O curta mostra um dia na vida desse aspirante a ator e capoeirista, morador do Morro dos Prazeres. A obra compõe o longa-metragem El Aula Vacía, no qual diretores latino-americanos, com produção de Gael García Bernal, retratam em 11 curtas o impacto da evasão escolar na América. Um caleidoscópio de histórias sobre a pobreza, a violência, a incompreensão, o desajuste geracional, a força da natureza e os fatores que privam adolescentes de seu direito de estudar.

[livre para todos os públicos]

dgtvmidia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *