#44mostrasp: ‘Sem Ressentimentos’, de Faraz Shariat

Tarcílio de Souza Barros

O filme, que vem da prestigiada cinematografia da Alemanha, tem assinatura de Faraz Shariat — cineasta iraniana que criou e dirigiu Sem Ressentimentos, sua última produção.

Na noite de seu aniversário, Parvis rouba uma garrafa de bebida em uma danceteria. Ele é preso, e como filho de iranianos, apaixona por Amon que fugiu da Irã com a irmã e vive nova vida de amores, com frescor jovem.

Rodado em Hannover, com belíssimas externas e discretos interiores, onde vemos o surgimento do amor de Parvis, que se apresenta como um jovem lindo, de cabelos curtos, que se entrega às atividadesas atividades ativas de Amon. Cenas de homossexualismo são filmadas no estilo que Alain Resnais rodou em seu famoso filme Hiroshima, Mon Amour e que ficou como a epiderme no cinema.

Filme bem construído, bonito com atores jovens bem atraentes que interpretam magistralmente seus papéis, com destaque para o personagem Parvis, que interpreta um homossexual que extrapola amorosidade.

A película termina com os jovens gritando “O Mundo é nosso”.

Fotografia impecável, trilha sonora original, cortes precisos, ações rápidas fazem desse filme uma surpresa na Mostra.

Serviço:

Filme: Sem Ressentimentos 

Tit. Original: Entur Drei

Rot./Dir.: Faraz Shariat

Alemanha – 2020 – Ficção – Cor – 92 min.

Premiado no Festival de San Sebastian

Premio no Festival de Cinema de Berlim

Avaliação: Ótimo

dgtvmidia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *