Bienal de São Paulo comemora 70 anos com programação recheada de conteúdo

Vista geral da 1ª Bienal (1951). Foto: Reprodução site da Fundação Bienal de São Paulo.

Para comemorar seus 70 anos, além de realizar a sua 34.ª edição, a Bienal de São Paulo está recheada de ações que se estenderão até o mês de julho de 2022.

A 34.ª edição, intitulada “Faz escuro mas eu canto”, está prevista para abrir no dia 4 de setembro. Mas enquanto a mostra não se inicia, o público pode conferir o podcast “Bienal, 70 anos”, que já possui alguns episódios disponíveis em Bienal, 70 anos | Podcast on Spotify, o lançamento do curta-metragem “Arquivo Histórico Wanda Svevo: o passado em perpétua construção”, no Canal Arte 1 em 31 de julho e, em seguida, no YouTube da Bienal, e a reedição da publicação “Linha do tempo da Bienal de São Paulo”, que será disponibilizada para compra na Livraria da Travessa.

Além disso, nas redes sociais da Bienal é possível conferir a campanha “Bienal: há 70 anos, você não sai você”, em que diversos artistas relatam sua história com a instituição, entre eles Lima Duarte, Mariana Ximenes, Enivo, Beatriz Milhazes, Nino Cais, Ana Lira e Siron Franco.

As histórias da Bienal também estão sendo reunidas em um livro de crônicas e ensaios inéditos que tem previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2022. E não para por aí! Também está em produção uma série de quatro documentários sobre o tema que está sendo dirigida por Carlos Nader e realizada em parceria com o Itaú Cultural.


Fonte: https://cutt.ly/3QywmE2

dgtvmidia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *