Legado e avida de Carolina Maria de Jesus

Exposição no IMS festeja o legado e a vida de Carolina Maria de Jesus

Mostra reúne mais de 300 itens, entre fotos, manuscritos, vídeos e documentos sobre essa que é considerada uma das maiores escritoras do país!
Uma das primeiras escritoras negras no Brasil, Carolina Maria de Jesus (1914-1977) tornou-se um importante símbolo de resistência dos movimentos negros contemporâneos. E você pode conhecer um pouco mais sobre a trajetória dessa grande autora em uma exposição incrível no IMS Paulista!

Carolina Maria de Jesus (Sacramento14 de março de 1914 — São Paulo13 de fevereiro de 1977) foi uma escritoracompositora e poetisa brasileira, mais conhecida por seu livro Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada, publicado em 1960.

Carolina de Jesus foi uma das primeiras escritoras negras do Brasil e é considerada uma das mais importantes escritoras do país.[1] A autora viveu boa parte de sua vida na favela do Canindé, na Zona Norte de São Paulo, sustentando a si mesma e seus três filhos como catadora de papéis. Em 1958, tem seu diário publicado sob o nome Quarto de Despejo, com auxílio do jornalista Audálio Dantas. O livro fez um enorme sucesso e chegou a ser traduzido para catorze línguas.

dgtvmidia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *