IRANIANO “HIT THE ROAD” DESTACA CONFLITOS FAMILIARES

Com roteiro e direção do iraniano Panah Panahi, o filme conta a história de uma família caótica e afetuosa que aluga um carro e sai pelos interiores acidentados das estradas do Irã.

Quatro pessoas compostas por um pai com a perna engessada, mãe que não contém as lágrimas, um jovem sempre quieto, um menino e um cãozinho doente prestes a morrer.

Esse renomado diretor foi preso na Irá por divergir da política do governo e dos Aiatolás tendo que procurar asilo político.

Por esse filme que deixa a impressão ao espectador de ser hermético de difícil compreensão, relata a forma como Panahi avalia o entendimento dos estrangeiros sobre o seu país.

Perna engessada do pai significa o engessamento da liberdade do povo iraniano, mãe lacrimosa oriunda das leis de submissão da mulher iraniana, o jovem sempre quieto da mordaça imposta sobre o regime para a juventude iraniana, quanto ao menino o diretor da vazão à liberdade de expressão visto que no filme a criança é falante, pergunta e quer saber o que se passa ao derredor, cãozinho doente demonstra uma sociedade doente emocionalmente.

Essa família andante com o carro vai à uma aldeia isolada nas montanhas em busca da tradicional cultura perdida do Irã.

Fotografado com esmero, o filme mostra as paisagens montanhosas e vales secos e áridos do interior do Irã.

Serviço:

Filme: Hit the Road (Pegando Estrada)

Roteiro e direção: Panah Panahi

Premiado no Festival de Roterdã

Origem: Irã – Ficção – cor – 2021

Avaliação: Muito bom

Por Tarcílio de Souza Barros

dgtvmidia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *