CANADENSE ” SISTERHOOD” É PRECIOSO, HÁBIL E DEIXA UM SUSPENSE NO AR

Sisterhood é um precioso filme exibido na Mostra de Cinema. Conta um hábil roteiro narrando a história de Maya e Jana amigas inseparáveis. Jana comanda essa relação. Vão a uma festa noturna onde seus colegas de escola bebem e fumam maconha e logo ali, Kris um jovem ousado conduz Maya a um quarto da casa e pretende violentar a jovem ainda virgem, mas é repudiado e vê seus planos ir água a baixo.

 Nesta festa está Elena a garota mais popular da escola que faz sexo com um estudante que é do interesse de Maya e um vídeo dessa relação sexual cai nas redes sociais e Elena vê sua vida destruída. Desse fato ocorre um confronto entre as três garotas, e Elena vem a desaparecer.

Policia inicia as buscas e o corpo jamais aparece. Esse o “plot”! O diretor e roteirista Dina Duma conduz a narração e o elenco das jovens atrizes com precisa maestria, dando um clima de suspense prendendo a atenção do espectador para saber quem matou Elena.

Maya sabe e se fecha num mutismo por constatar que sua melhor amiga cometera um assassinato levada pelo ciúmes.

A narração é sustentada por impecável atuação das jovens atrizes, pela homogênea fotografia com closes e meio corpo dramatizando à ação. Score musical intervêm nas passagens dramáticas elevando o clima do que se passa.

Ao final o filme se encerra deixando a pergunta quem matou Elena? Somente um atento espectador pode concluir esse difícil desfecho coroado de sentimentos e emoções negativos.

SERVIÇO

Filme: Sisterhood (Irmandade)

Origem: Macedonia do Norte – 2021 – cor –  90 min. – Ficção

Dir./Rot. Dina Duma

Avaliação: Ótimo.

Premiado no Festival de Karlovy Vary

Por: Tarcilio de Souza Barros

dgtvmidia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *