Grupo VÃO apresenta “nada garante nada”

Foto: Mayra Azzi

O Grupo VÃO apresenta seu novo trabalho, “nada garante nada”, e realiza uma ação coreográfica até o dia 20 na área externa da Oficina Oswald de Andrade. Já no dia 21, o grupo lança a plataforma online “escândalo”, que pode ser acessada gratuitamente pelo público, pelo site oficial e redes sociais do grupo.

Em “nada garante nada” uma pergunta norteou o processo de criação das quatro diretoras, coreógrafas e performers Isis Andreatta, Juliana Melhado, Julia Viana e Patrícia Árabe: “o que nasce diante de uma paisagem devastada, o que brota depois do fim?”. Depois de onze meses de pesquisa e investigação, os resultados podem ser conferidos pelo público.

Nos dois trabalhos, o caminho da pesquisa teve como ponto de partida procedimentos de sobreposições de camadas de criação de imagens e sons. A partir disso, surgiram a trilha, os vídeos e a ação coreográfica presentes na ação performática e na plataforma. Em seguida, foram criados vídeos em que cada artista buscou materializar os áudios criados coletivamente em imagens e movimentos. Essas gravações se tornaram trilha sonora, vídeos e ações coreográficas para a performance e a plataforma.

“A ideia é criar a sensação de infinitude: coisas desaparecem, se destroem, reaparecem de uma outra forma. Um tempo de constante construção e transformação.”, afirmam as criadoras. “As camadas de som, imagem, corpo e movimento são sobrepostas, recortadas, construídas, desmanchadas, transformando a todo tempo a imaginação do público a partir da relação entre presença e virtualidade”, completam.

O público poderá acompanhar a trilha com fones de ouvido retirados com a produção e também por telas de monitores que irão transmitir a performance ao vivo, por meio de imagens captadas por câmeras dispostas pelo espaço.

Plataforma escândalo

A plataforma online “escândalo” será lançada dia 21 de dezembro, um dia após o encerramento da ação performática presencial. A plataforma foi criada em colaboração com a artista visual e designer gráfica Lídia Ganhito, do Estúdio Pavio. É resultado do mesmo processo de pesquisa e de construção, com a ideia de sobreposição de camadas de criação, sendo um convite ao visitante navegar por uma paisagem ficcional em constante movimento.

O público navega no site e encontra “fragmentos e imagens que foram criados ao longo do processo, vídeos, textos e áudios”, afirmam as diretoras. Como na ação performática, a plataforma também carrega a sensação de infinitude, em transformação contínua.

Na “caminhada virtual”, também é possível escolher a trilha sonora e as artistas criadoras aconselham o público da plataforma a usar fones de ouvido.

Grupo Vão

O Grupo VÃO é composto por Isis Andreatta, Julia Viana, Juliana Melhado e Patrícia Árabe. Com mais de 10 anos de existência, o VÃO desenvolve seu fazer artístico investigando formas de autogestão e direção coletiva como prática de criação e atuação política em dança. Atualmente desenvolvem o projeto Escândalo e seus trabalhos recentes são: FIM, 2018; No Hay Banda é Tudo Playback, 2017, e Move Cover, 2016.

Serviço

nada garante nada

Oficina Cultural Oswald de Andrade

Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São Paulo – SP – Área Externa

Capacidade: 60 pessoas

Entrada Gratuita

Dias e horários

17/12 – 11h, 15h e 17h

18/12 – 11h e 15h

20/12 – 11h, 15h e 17h

Fone de ouvido: Equipamento a ser retirado com a equipe de produção. (levar RG ou documento para liberação).

Classificação: livre

dgtvmidia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.